TARTARUGAS BIZARRAS

TARTARUGAS BIZARRAS

As 10 espécies mais bizarras de tartaruga

Por Bruno Calzavara
Elas estão presentes em desenhos animados, fazem adoráveis bichinhos de pelúcia e são, de uma maneira geral, animais muito simpáticos.

Estamos falando das tartarugas, um dos répteis mais antigos que ainda habitam a Terra – estima-se que elas começaram a existir cerca de 220 milhões de anos atrás. Habitantes da terra ou do mar, as tartarugas possuem um escudo ósseo, que evoluiu para protegê-las contra predadores.

Existem cerca de 300 espécies diferentes de tartaruga, das mais diferentes formas e dos mais variados tamanhos. No entanto, os exemplares presentes na lista abaixo possuem alguma característica que os diferem da sua imagem mental de tartaruga. Veja:

As 10 tartarugas mais ameaçadas de extinção

10. A tartaruga espinhosa

espi
A espécie Heosemys spinosa possui um casco incrível e é encontrada apenas no sudeste da Ásia. Como muitas espécies de tartarugas, a espinhosa é caçada para servir de alimento por lá. Devido a esse fato e à recente e gradual perda de habitat, o número de sua população tem caído ao longo dos últimos anos.

O casco da tartaruga possui a forma de uma engrenagem, com um conjunto de espinhos mais altos ao redor da borda. Em espécimes mais jovens, esses picos são mais nítidos, mas vão se tornando mais arredondados com a idade.

Essas estruturas mais proeminentes afastam os predadores que, se não fossem eles, atacariam facilmente as tartarugas – principalmente as mais jovens. Os espinhos também atuam como uma forma de camuflagem, disfarçando a tartaruga no meio de folhas secas. A cor marrom também as ajuda a imitar as folhas.

9. Tartaruga chinesa de carapaça mole

mole
A característica mais peculiar desta singular tartaruga asiática poderia até ser o seu casco mole – que, de tão importante, até mereceu um espaço no nome pelo qual ela é conhecia. Mas tem mais. Esta espécie em questão excreta urina pela boca.

A tartaruga chinesa que urina pela boca

Este é um processo único, que não havia sido observado antes em qualquer outro animal. Esta capacidade estranha permite que as tartarugas sobrevivam em água salgada, porque, desta forma, ela não perde tanto líquido de seu corpo e não há necessidade de substituí-lo constantemente. Se a tartaruga ingerisse muita água salgada, ela se envenenaria. Em vez disso, a urina sai através da boca, que é então lavada com água. Apenas 6% da urina produzida pela tartaruga deixa seu corpo a partir dos rins.

Como a maioria de suas semelhantes, esta tartaruga é uma iguaria muito apreciada em diversas partes da Ásia. Na China, há cerca de 1.500 fazendas de tartaruga que vendem mais de 90 milhões destes bichinhos ao ano. Devido à alta demanda na cozinha, a espécie recentemente foi classificada como vulnerável. A tartaruga é nativa da China, do Japão, de Taiwan, do norte do Vietnã e do leste da Rússia. Esta espécie já foi também introduzida a novas áreas, como a Malásia, o Havaí e até mesmo a Califórnia.

8. Tartaruga do Rio Mary

mary
Como seu nome já nos dá uma boa dica, esta espécie de tartaruga é encontrada exclusivamente no Rio Mary, em Queensland, na Austrália. Sua cor pode variar de indivíduo para indivíduo: existem tartarugas vermelhas, rosas, marrons ou pretas. A cabeça é pequena enquanto a cauda é extremamente longa quando comparada com o seu corpo – seu rabo pode chegar a ter o mesmo comprimento do seu próprio corpo.

Elas apresentam também longas saliências sob o queixo. A maturidade sexual destas tartarugas demora um bom tempo para ser atingida: 25 anos para as fêmeas e 30 anos para os machos, o que é um tempo excepcionalmente longo para as tartarugas – e praticamente o dobro do tempo dos humanos.

As tartarugas australianas do Rio Mary colocam sua cabeça para fora da água regularmente para respirarem, porém são capazes de absorver o oxigênio da água também – que penetra através de órgãos localizados na sua cauda. A tartaruga passa a maior parte de sua vida no rio, permitindo que algas (como as que você vê na imagem) cresçam em seu corpo. As algas ainda podem ser usadas para camuflagem. Na foto acima, as algas na cabeça de uma destas tartarugas fez as vezes de um cabelo muito louco, o que resultou no apelido de “tartaruga punk rock”.

7. A tartaruga espinhosa de casca mole

espimole
A terceira espécie da nossa lista curiosamente é a “junção” dos dois primeiros itens. A tartaruga espinhosa de casca mole pode ser encontrada nos Estados Unidos, no Canadá e no norte do México. Elas possuem uma aparência única, com uma cabeça triangular e uma carapaça lisa, redonda e coberta de manchas negras. Essas manchas são bem visíveis em tartarugas jovens, mas desaparecem com a idade.

A tartaruga possui um nariz longo e fino e pequenas estruturas no formato de cones na parte frontal do casco. Outra curiosidade fica por conta do sexo da prole das tartarugas espinhosas de casca mole, que depende exclusivamente da genética. Na maioria das outras espécies de tartarugas, o gênero dos filhotes é o resultado das diferentes temperaturas enfrentadas pelos ovos enterrados na areia.

6. A tartaruga pescoço de cobra

pescoco
Encontrada nos lagos da Austrália, a tartaruga pescoço de cobra recebe esse nome devido ao seu pescoço extremamente longo – comparado a outras espécies –, que pode apresentar quase o mesmo comprimento do seu casco. O pescoço dessas tartarugas é tão longo que os animais precisam curvar a cabeça para que ela fique sob o seu casco, em vez de apenas recolhê-la para dentro, como fazem as demais espécies.

As tartarugas australianas ganharam o nome de pescoço de cobra também por causa do odor que exalam quando se sentem ameaçadas. Elas ainda possuem um método de caça semelhante às serpentes: ambas atacam suas presas em um movimento rápido, parecido com o de um chicote, e em seguida endireitam seu pescoço.

Quando em situação de perigo, as tartarugas secretam um líquido fétido de suas glândulas. Esta secreção pode se espalhar por um raio de até um metro, fazendo com que todos os animais que estejam ao redor fujam. Esta espécie de tartaruga passa a maior parte de sua vida na terra.

5. A tartaruga-mapa de calombos pretos

calombo
Os indivíduos pertencentes ao gênero Graptemys são conhecidos como tartarugas-mapa. Entre elas, estão as Graptemys nigrinoda, uma espécie de pequena tartaruga aquática encontrada nos rios de água doce dos estados de Mississippi e Alabama, nos Estados Unidos.

As características mais proeminentes destes animais são os vários calombos negros em sua casca, que se tornam menos pronunciados nas tartarugas mais velhas. Há também belos padrões de desenho na parte de baixo do casco do animal, que é geralmente cinza claro ou azul. A dieta da tartaruga é constituída principalmente de insetos, que ela captura na superfície dos rios.

4. A tartaruga de cabeça grande

cabeca
Os exemplares desta curiosa espécie de tartaruga são encontrados no Sudeste Asiático. Sua característica mais evidente é (sim, você adivinhou) sua enorme cabeça. Além disso, os animais possuem um casco inclinado e liso de cor marrom. Ao contrário da maioria das tartarugas, estas não conseguem retrair a cabeça e a proteger debaixo de seu casco, por isso possuem uma espécie de “capacete” duro para oferecer proteção à cabeça exposta.

As tartarugas de cabeça grande muitas vezes usam suas mandíbulas poderosas para se defenderem de eventuais ameaças. Estes animais também apresentam características um tanto surpreendentes, como, por exemplo, o fato de frequentemente subirem em árvores e colinas usando seu grande bico, suas fortes garras e sua cauda musculosa para se alimentarem. Infelizmente, a espécie entrou em extinção por causa da caça excessiva por parte dos seres humanos. As tartarugas de cabeça grande não conseguiram escapar da cultura asiática de intenso consumo da sua carne. Além disso, a espécie é bastante cobiçada no tráfico internacional de animais, sendo muitas vezes capturada e vendida ilegalmente.

3. A tartaruga nariz de porco

porco
Originária da ilha de Nova Guiné e da Austrália, a tartaruga nariz de porco é a única espécie de água doce que possui nadadeiras (assim como as tartarugas marinhas). Sua característica mais notável, entretanto, é o seu nariz, que se assemelha ao de um porco. O nariz pode agir como um snorkel, projetando-se para além da superfície da água. É também altamente sensível ao movimento e pode ser usado para detectar presas em águas turvas. Esta é a última espécie de tartaruga conhecida da família Carettochelyidae.

Infelizmente, a população total de tartarugas nariz de porco diminuiu pela metade nos últimos 50 anos, novamente devido ao contrabando: os animais são capturados em grande quantidade para serem vendidos à indústria de animais de estimação exóticos. A queda no número de tartarugas desta espécie é ainda mais acentuada na ilha de Nova Guiné, onde também são caçadas devido ao costume local de utilizá-las como alimento. Por outro lado, tanto a Austrália quanto a Indonésia têm, felizmente, tomado medidas para proteger a espécie.

10 tartarugas e lagartos de dar medo

2. A tartaruga de barriga vermelha e pescoço curto

vermelha
Estes bichos engraçadinhos, cujo nome científico é Emydura subglobosa, são encontrados na Austrália e em Papua Nova Guiné. Seu casco possui a cor laranja nas bordas e na parte de baixo (a coloração é muito mais brilhante em tartarugas mais jovens). A cor desbota à medida que envelhecem, mas as tonalidades alaranjadas ainda podem ser vistas claramente em adultos.

As tartarugas de barriga vermelha e pescoço curto passam a maior parte de suas vidas na água, e vão para a terra apenas para botar ovos ou para se aquecerem. Quando se aquecem, elas costumam se mexer em movimentos angulares, ocasionando o derramamento de lágrimas, que correrem pelo rosto da tartaruga até sua boca, enquanto esta se abre e se fecha. Este comportamento é muito similar ao de cães ofegantes.

1. A tartaruga africana de capacete

capacete
As tartarugas da espécie Pelomedusa subrufa são nativas do continente africano e possuem uma grande distribuição desde Gana, no noroeste da África Subsaariana, até a Cidade do Cabo, na África do Sul, extremo sul do continente. As tartarugas também podem ser encontradas na ilha de Madagascar e até na Península Arábica.

Os exemplares desta espécie produzem um odor forte a partir de suas quatro glândulas especializadas nesta função, localizadas próximas às suas patas. O cheiro é intolerável para cavalos e seres humanos. Quando as fêmeas põem ovos, elas selecionam o local mais adequado e, em seguida, urinam na região para amaciar o solo, tornando mais fácil o ato de cavar.

Entretanto, a característica principal destas tartarugas, que as fazem diferentes das outras e dignas de estarem nesta lista, é o “capacete” que elas exibem em cima de sua cabeça. Seus hábitos de caça também chamam a atenção. Os indivíduos desta espécie costumam se organizar em grupo para capturarem presas grandes, como pombas, cobras e até mesmo outras tartarugas. Os biólogos desconhecem outra espécie de tartaruga que cace em bando.

 A tartaruga alada indiana

indiana
Conhecidas no meio científico por Lissemys punctata, as tartarugas possuem duas pequenas estruturas embaixo de seu casco que são semelhantes a asas – daí a origem do seu nome comum. O mais peculiar, no entanto, é a sobra de pele que os indivíduos apresentam embaixo de seus cascos, que cobre seus membros quando eles estão retraídos. Não se sabe exatamente como esse excesso de pele é capaz de proteger a tartaruga dos predadores. A espécie pode ser encontrada em rios, lagos e pântanos do sul da Ásia. [Listverse]

Anúncios

Sobre Junior

Cristão, amante da Natureza, de bem com a vida, feliz por trabalhar com prazer
Esse post foi publicado em Histórias de Tartarugas e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s