COMEÇA DESOVA DE TARTARUGAS MARINHAS NAS PRAIAS DO BRASIL – BEGINS NESTING SEA TURTLES IN THE BEACHES OF BRAZIL

COMEÇA DESOVA DE TARTARUGAS MARINHAS NAS PRAIAS DO BRASIL 

 Processo abrange 7 mil tartarugas por ano - Imagem: Projeto Tamar/Divulgação

Processo abrange 7 mil tartarugas por ano – Imagem: Projeto Tamar/Divulgação

A desova das tartarugas é monitorada em todo o Brasil

A desova das tartarugas é monitorada em todo o Brasil Divulgação da Agência Petrobras

 

05/10/2015 – por Alana Gandra – Fonte:Agência Brasil

A temporada de desova de tartarugas marinhas no Brasil começou em setembro, com a chegada ao litoral brasileiro das fêmeas reprodutoras das tartarugas cabeçuda e oliva e, em seguida, das tartarugas de couro, e se estenderá até março de 2016, quando todos filhotes terão nascido.

Monitorado por oceanógrafos, o Projeto Tamar em o apoio de mais de 500 pescadores-tartarugueiros nos cinco estados, além de veterinários e voluntários, informou o coordenador nacional do Projeto Tamar, oceanógrafo Guy Marcovaldi.

Em média, os filhotes das tartarugas começam a nascer dois meses após a desova, que costuma ocorrer no período de dois a três meses. “A partir de novembro, começam a nascer os primeiros filhotes”, informou Marcovaldi.

Ele destacou que a preparação para a desova e o nascimento dos filhotes é uma repetição dos últimos 33 anos. “Existe um exército de pessoas nas praias trabalhando para que as tartarugas tenham sucesso não só em termos de segurança, mas de pesquisa científica”.

Segundo o coordenador do Projeto Tamar, a parte de segurança melhorou muito. “O roubo de desova e a matança de fêmeas praticamente não existe mais. Mas nós temos que continuar trabalhando com a estatística do que acontece, as tendências que ocorrem no Brasil inteiro”, destacou.

O importante, disse Guy Marcovaldi, é que existe uma população maior de tartarugas desovando do que há cinco anos. A nova geração de tartarugas fêmeas reprodutoras, protegidas nos últimos 30 anos, “que ficaram adultas, começaram a casar e ter filhos”, é estimada em 21 mil animais.

Como elas passam dois anos sem desovar, comendo para formar os ovos, depois saem da área de alimentação para a área de reprodução nas praias, para pôr os novos ovos. O processo de desova abrange 7 mil tartarugas por ano, disse o oceanógrafo.

“Essa é uma técnica científica aprovada”, comentou Marcovaldi. No ano passado, nasceram no Brasil 1,2 milhão de filhotes de tartarugas monitorados pelo Projeto Tamar. “Demorou 15 anos para o número passar a ser razoável e 30 anos para ser relevante”.

É a temperatura da areia durante o período de incubação dos ovos que determina o sexo dos filhotes. “Por isso, às vezes, pequenas populações de tartarugas que existem no Rio de Janeiro e no Espírito Santo são muito importantes, porque lá produzem os machos e na Bahia e Sergipe, são produzidas as fêmeas”, disse.

Isso significa que temperaturas abaixo de 27 graus centígrados, em média, são mais favoráveis ao nascimento de tartarugas machos, como ocorre no município de Campos dos Goytacazes, norte-fluminense, enquanto temperaturas mais elevadas, acima de 33 graus C tendem a gerar fêmeas. Daí, 90% das tartarugas que nascem nas praias da Bahia e de Sergipe, no Nordeste, são fêmeas. “É preciso mais machos para fecundar as tartarugas”, indicou.

Edição:Beto Coura

 

BEGINS NESTING SEA TURTLES IN THE BEACHES OF BRAZIL

 

Process covers 7,000 turtles a year – Picture: Tamar / Disclosure Project

Alana Gandra – Reporter Agency Brazil

A desova das tartarugas é monitorada em todo o Brasil

The  turtle is monitored throughout Brazil Petrobras Agency Disclosure

The season of nesting sea turtles in Brazil began in September, with the arrival on the Brazilian coast of breeding females of the loggerhead turtles and olive oil and then the leatherback turtles, and will last until March 2016, when all puppies have been born .

The latest turtles to reach the beaches are the comb turtle in December, and the green turtle in January. The laying of eggs takes place on the beaches of the states of Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte, Espirito Santo and Rio de Janeiro, and from January in Fernando de Noronha.

Monitored by oceanographers, the Tamar Project for the support of more than 500 fishermen tartarugueiros in five states as well as veterinarians and volunteers, said the national coordinator of the Tamar Project, an oceanographer Guy Marcovaldi.

On average, young turtles begin to be born two months after spawning, which usually occurs within two to three months. “From November, begin to be born the first puppies”, Marcovaldi said.

He pointed out that the preparation for spawning and the birth of the puppies is a repeat of the past 33 years. “There is an army of people working on the beaches for the turtles to succeed not only in terms of safety, but of scientific research.”

According to the coordinator of the Tamar Project, the security part has improved a lot. “The spawning females theft and killing virtually no longer exists. But we have to continue working with the statistics of what happens, the trends occurring throughout Brazil, “he said.

The important thing, said Guy Marcovaldi, is that there is a larger population of turtles spawning than five years ago. The new generation of breeding females turtles, protected for 30 years, “which were adult, began to marry and have children”, is estimated at 21,000 animals.

How they spend two years without spawning, eating to form the eggs, then leave the feeding area for the play area on the beaches, to lay new eggs. The spawning process covers 7,000 turtles a year, said oceanographer.

Field research is done by sampling. The Tamar Project elects stretches of beaches where monitoring is done, and then transfers the data to the rest of the coast.

“This is a scientific technique approved,” said Marcovaldi. Last year, born in Brazil 1.2 million young turtles monitored by Tamar. “It took 15 years for the number to be reasonable and spend 30 years to be relevant.”

It is the temperature of the sand during the incubation period of the eggs determines the sex of offspring. “So sometimes small populations of turtles that exist in Rio de Janeiro and Espirito Santo are very important because there produce males and Bahia and Sergipe, females are produced,” he said.

This means that temperatures below 27 degrees Fahrenheit, on average, are more favorable to the birth of male turtles, as in the city of Campos dos Goytacazes, North Fluminense, while higher temperatures, above 33 degrees C tend to produce females. Hence, 90% of turtles that are born on the beaches of Bahia and Sergipe in the Northeast are female. “It takes more males to fertilize the turtles,” he said.

Edition: Beto Coura

 

Sobre Junior

Cristão, amante da Natureza, de bem com a vida, feliz por trabalhar com prazer
Esse post foi publicado em Histórias de Tartarugas e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s