TARTARUGAS MARINHAS – SEA TURTLES

TARTARUGAS MARINHAS – SEA TURTLES

Interessante matéria elaborada pela National Wildlife Federation!

As tartarugas marinhas estão entre as criaturas mais antigas da Terra e permaneceram essencialmente inalteradas por 110 milhões de anos. No entanto, eles enfrentam um futuro incerto devido a ameaças de vários tipos.

Tartaruga de mar verde

Existem sete espécies de tartarugas marinhas: verde, de pente, de-couro, cabeçuda, oliva Ridley, Ridley de Kemp e Flatback. Todos, mas o Ridley oliva e flatback são encontrados na Flórida. Os seis abaixo são encontrados dentro os EUA.

Descrição

As tartarugas marinhas são répteis que respiram ar notavelmente adaptados à vida no mar. Sua forma hidrodinâmica, tamanho grande, e poderosas nadadeiras dianteiras lhes permitem mergulhar a grandes profundidades e nadar longas distâncias. Após o seu primeiro rastreamento frenético do ninho para o oceano, tartarugas marinhas masculinos nunca mais voltar para a praia novamente, e as fêmeas voltam apenas o tempo suficiente para pôr ovos.

As tartarugas marinhas têm nadadeiras longas e estreitas de asa, no lugar dos membros anteriores e ter barbatanas mais curtas como membros posteriores, ao contrário de seus parentes terrestres, eles não podem retirar as suas cabeças em seus escudos.

Na maioria das tartarugas marinhas, o revestimento superior, ou “carapaça”, é composta de muitos ossos cobertos com escamas córneas ou “escudos”.Tartarugas são desdentados, mas têm mandíbulas poderosas para esmagar, morder e rasgar os alimentos.

A menor das tartarugas marinhas são os Ridleys, com peso de 85 a 100 libras como adultos. Leatherbacks são os gigantes e pode crescer até 2.000 quilos. A maioria das tartarugas marinhas crescem lentamente e tem um período de vida de muitas décadas. Apesar de tartarugas marinhas pode permanecer submerso por horas em um momento, enquanto descansando ou dormindo, eles normalmente superfície várias vezes por hora para respirar.

Habitat

Tartarugas marinhas recém-nascidos habitar um ambiente muito diferente do que as tartarugas adultas. Depois de sair do ninho, filhotes entrar na água e deve nadar rapidamente para escapar de predadores, perto da costa. Há fortes evidências de que muitas espécies de tartarugas marinhas empregam um estágio de desenvolvimento em mar aberto, porque encontros com saudáveis, tartarugas marinhas recém-nascidos são extremamente raros em águas próximas da costa.

Juvenis de muitas espécies de tartarugas marinhas têm sido conhecida a associar flutuante algas sargaço, utilizando o sargaço como área de refúgio, descanso e / ou alimentos. Este período de desenvolvimento deriva é supor para durar cerca de dois anos ou até que a tartaruga atinge o comprimento de carapaça de cerca de 8 polegadas (20 cm).

Posteriormente, estas tartarugas sub-adultos retornar às zonas neríticas do Golfo do México ou noroeste Oceano Atlântico para se alimentar e desenvolver até atingirem a idade adulta.

Reprodução

Acasalamento ocorre aproximadamente a cada 2 a 3 anos em águas rasas. No verão, um ritual reprodutivo antiga começa quando a fêmea sai do mar e se arrasta em terra para cavar um ninho na areia. Ela usa suas nadadeiras traseiras para cavar o buraco ninho e, em seguida, ela deposita 80-150 ovos que parecem muito com bolas de ping-pong.

Quando postura de ovos é completa, a tartaruga cobre os ovos, camufla o local do ninho, e retorna para o oceano.Tartarugas podem vir a reforçar várias vezes em uma época de nidificação para repetir o processo.

Tal como é verdade para outros répteis, a temperatura do ninho de tartaruga do mar determina o sexo das crias. Temperaturas mais altas produzem mais fêmeas, enquanto temperaturas mais baixas resultam em mais machos.Consequentemente, conservacionistas e gerentes dos animais selvagens deixar ovos de tartaruga em seu local original, sempre que possível, de modo que as relações sexuais são determinadas naturalmente.

Após uma incubação de cerca de dois meses, os ovos começam a eclodir. As crias variam 1,5-3 polegadas de tamanho, dependendo da espécie, e emergem do ninho, como um grupo. Este êxodo em massa geralmente ocorre à noite, e os filhotes usar o, vista aberta brilhante do céu noturno sobre a água para encontrar o seu caminho para o mar. Luzes artificiais em edifícios à beira-mar e estradas pode distrair filhotes em seu caminho para o oceano. Devido a este perigo, muitas comunidades à beira-mar na Flórida adotaram portarias que exigem iluminação luzes para ser desligado ou blindado durante a época de nidificação e eclosão.

Acompanhe uma tartaruga de mar! 

Veja onde as tartarugas marinhas ir no site do Sea Turtle Conservancy.

Ameaças

Todas as tartarugas marinhas estão ameaçadas de extinção. NOAA fornece o status das espécies de tartarugas marinhas.

Em geral, as tartarugas marinhas estão ameaçadas pelos seguintes riscos:

Em os EUA, Serviço Nacional da NOAA Marine Fisheries (NMFS) e os EUA Fish and Wildlife Service (USFWS) têm competência conjunta para tartarugas marinhas:

  • NMFS tem a liderança no ambiente marinho
  • USFWS tem a liderança nas praias de nidificação

Ligações National Wildlife Federation

Efeitos do derramamento de óleo sobre Tartarugas Marinhas

Tartaruga de mar verde

 

Fontes

EUA Fish and Wildlife Service

NOAA Serviço Nacional de Pesca Marinha

NOAA Fisheries Gabinete de Recursos Protegidas

Instituto de Pesquisa de Peixes e Vida Selvagem da Flórida

Universidade de Diversidade de Animais Web de Michigan

Sea Turtle Conservancy

 

TARTARUGAS MARINHAS – SEA TURTLES

Interesting report prepared by the National Wildlife Federation!

 

Sea turtles are among the oldest creatures on earth and have remained essentially unchanged for 110 million years. However, they face an uncertain future due to threats of many kinds.

Green Sea Turtle

There are seven species of sea turtle: green, hawksbill, leatherback, loggerhead, olive ridley, Kemp’s ridley and flatback. All but the olive ridley and flatback are found in Florida. The six below are found within the US.

Description

Sea turtles are air-breathing reptiles remarkably suited to life in the sea. Their hydrodynamic shape, large size, and powerful front flippers allow them to dive to great depths and swim long distances. After their first frantic crawl from the nest to the ocean, male sea turtles never return to the shore again, and females come back only long enough to lay eggs.

Sea turtles have long and narrow wing-like flippers in place of forelimbs and have shorter flippers as hind limbs; unlike their terrestrial relatives, they cannot retract their heads into their shells.

In most sea turtles, the top shell, or “carapace”, is composed of many bones covered with horny scales or “scutes.” Turtles are toothless but have powerful jaws to crush, bite, and tear their food.

The smallest of the sea turtles are the ridleys, weighing in at 85 to 100 pounds as adults. Leatherbacks are the behemoths and can grow to 2,000 pounds. Most sea turtles grow slowly and have a life-span of many decades. Although sea turtles can remain submerged for hours at a time while resting or sleeping, they typically surface several times each hour to breathe.

Habitat

Newly hatched sea turtles inhabit a much different environment than adult turtles. After emerging from the nest, hatchlings enter the water and must swim quickly to escape near shore predators. There is strong evidence that many sea turtle species employ an open ocean developmental stage because encounters with healthy, neonate sea turtles are extremely rare in near shore waters.

Juveniles of many species of sea turtles have been known to associate with floating sargassum seaweed, utilizing the sargassum as an area of refuge, rest, and/or food. This developmental drifting period is hypothesized to last about two years or until the turtle reaches a carapace length of about 8 inches (20 cm).

Subsequently, these sub-adult turtles return to neritic zones of the Gulf of Mexico or northwestern Atlantic Ocean to feed and develop until they reach adulthood.

Reproduction

Mating occurs roughly every 2 to 3 years in shallow waters. In summer, an ancient reproductive ritual begins when the female leaves the sea and crawls ashore to dig a nest in the sand. She uses her rear flippers to dig the nest hole and then she deposits 80 – 150 eggs that look a lot like ping-pong balls.

When egg-laying is complete, the turtle covers the eggs, camouflages the nest site, and returns to the ocean. Nesting turtles may come to shore several times in a nesting season to repeat the process.

As is true for some other reptiles, the temperature of the sea turtle nest determines the sex of the hatchlings. Warmer temperatures produce more females, whereas cooler temperatures result in more males. Consequently, conservationists and wildlife managers leave turtle eggs in their original location whenever possible so that sex ratios are determined naturally.

After incubating for about two months, the eggs begin to hatch. Hatchlings range from 1.5 – 3 inches in size, depending on the species, and emerge from the nest as a group. This mass exodus usually occurs at night, and the hatchlings use the bright, open view of the night sky over the water to find their way to the sea. Artificial lights on beachfront buildings and roadways can distract hatchlings on their way to the ocean. Because of this danger, many beachfront communities in Florida have adopted lighting ordinances requiring lights to be shut off or shielded during the nesting and hatching season.

Track a Sea Turtle! 

See where sea turtles go at the Sea Turtle Conservancy website.

Threats

All sea turtles are endangered. NOAA provides the status of sea turtle species.

In general, sea turtles are threatened by the following risks:

In the U.S., NOAA’s National Marine Fisheries Service (NMFS) and the U.S. Fish and Wildlife Service (USFWS) have joint jurisdiction for marine turtles:

  • NMFS has the lead in the marine environment
  • USFWS has the lead on the nesting beaches

National Wildlife Federation links

Oil Spill Effects on Sea Turtles

Green Sea Turtle

 

Sources

U.S. Fish and Wildlife Service

NOAA National Marine Fisheries Service

NOAA Fisheries Office of Protected Resources

Florida’s Fish & Wildlife Research Institute

University of Michigan’s Animal Diversity Web

Sea Turtle Conservancy

 

Anúncios

Sobre Junior

Cristão, amante da Natureza, de bem com a vida, feliz por trabalhar com prazer
Esse post foi publicado em Histórias de Tartarugas e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s